28/07/2007

Ser Poeta


Nem fiz curso,
Se sou poeta foi dom
E ele veio de mansinho
Começou devagarinho
Quando o sol nasceu...

Se sou poeta?
Já disseram que sim
Mas sou é maestra
E do giz já utilizei
Energias, já desperdiçei!

Dizem que ser poeta
é ser mestre
e esse dom permanente
chama atenção do pássaro
que canta e voa
diariamenteno fundo do meu quintal.

Nem curso fiz!
Sei que são importantes
Mas com dom,
Tudo fica diferente,
O poema prevalece.

A obra do Divino é magnífica,
Trabalho só com a inspiração,
esta foi legada entre rosas
E espinhos, passarada a voar
No céu azul e sobre o mar.

São emoções e paixões
São dias e noites
Que vão à madrugada,
Me vejo apaixonada
Com a lua
E os namorados.

As palavras vão se juntando,
Ora lentas, ora numa rapidez
Vertiginosa e os amantes
Enlouquecidos fogem pra
Cantos bem escondidos
Amando, amando e só amando...

Ser poeta é vocação
É trabalho é missão
É vida, é dom
Que sai do coração
E canta na alma...

Marta Peres

1 comentários:

sigrid disse...

Uma medalha de outro para essa poetisa de mão cheia!!!
Tenho orgulho de dizer que ela é minha mãe de coração...