26/07/2007

Amo-te





Entrego em tuas mãos amado meu o meu amor!



Entrego-me por inteirasem restrições.



Amo-te, amo-te como sempre te amei,



amo-te nas manhãs,



amo-te nas tardes,



amo-te ao cair da noite.



Amo-te com toda força de minha juventude,



Amo-te com toda força de minha maturidade.



Amei-te ontem, amo-te hoje



amar-te-ei para sempre.




Mesmo se não quiseres



aceitar o meu amor hoje,



te amarei por toda eternidade.



Amo-te e sou feliz contigo.



Amo-te pois nosso amor jamais foi maculado,



nem deformado.



Amo-te com um carinho imenso,



terno,



ternura que sai do fundo do meu coração.



Amo-te com todo respeito



que jurei em nosso casamento.



Quando estiver bem velhinha



continuarei te amando,



sempre, com a mesma força,



a mesma intensidade,



amo-te.



Marta Peres.

1 comentários:

helena disse...

Marta minha querida poetisa, amei seu blogger, riquíssimo e diversificado. Parabéns !!!
"Amo-te" expressa todo o sentimento por nossas almas gêmeas, nossos companheiros nessa vida e quicá depois dela!

Beijos dessa sua admiradora
Helena