03/12/2007

Vivendo de Ilusão

Vivendo de Ilusão

Travo luta diária com minhas emoções,

Derramo lágrimas, o sentimento, o amor,

O entusiasmo, não me deixam exercer

influência sobre a vida,

o destino dos homens.

Suspiro fundo, deixo cair no papel

A tinta que vai se transformando

Em palavras, de ilusão vou vivendo!


Marta Peres

1 comentários:

Ana disse...

Ola Poetisa linda,fiz uma visita em seu catinho e amei ,esta poetisa me falou ao coração,quem nesta terra não tem uma ilusão a viver não?
eu tenho as minhas e este poema me fez revive-la!
Te amo!!

Ana Bia